26 de ago de 2015

Concurso AEVP/2014; Convocação para prova psicológica.

Veja as listagens no diário oficial do estado de São Paulo, caderno executivo I, páginas 192 à 210, de 25/08/2015 no link abaixo:





 http://www.imprensaoficial.com.br/PortalIO/Home_1_0.aspx#

ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA
GABINETE DO SECRETÁRIO
DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS
Centro de Cadastro e Registro de Pessoal
SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA
CONCURSO PÚBLICO PARA A CLASSE DE
AGENTE DE ESCOLTA E VIGILÂNCIA PENITENCIÁRIA (SEXO
MASCULINO)
(ref.EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E INSTRUÇÕES
ESPECIAIS Nº 154/2014)
EDITAL CCP Nº 163/2015
DIVULGA AS DATAS/HORÁRIOS E OS LOCAIS DA REALIZA-
ÇÃO DA PROVA DE APTIDÃO PSICOLÓGICA
A COMISSÃO DE CONCURSO (constituída no Departamento
de Recursos Humanos da Secretaria da Administração Penitenciária
pela Resolução SAP nº 160/2014, publicada no DOE de
13.11.2014), com base no disposto no Edital nº 154/2014 (publicado
no Diário Oficial do Estado em 14.11.2014), rerratificado
por meio do Edital nº 162/2014 (publicado no Diário Oficial do
Estado em 02.12.2014) e do Edital nº 168/2014 (publicado no
Diário Oficial do Estado em 09.12.2014) – que se referem ao
Concurso Público para o cargo de Agente de Escolta e Vigilância
Penitenciária (sexo masculino) – DIVULGA as datas/horários e os
locais de realização da prova de aptidão psicológica.
A realização da Prova de Aptidão Psicológica obedecerá
integralmente as datas fixadas no quadro-resumo a seguir que
figura em ordem cronológica de data de aplicação:
QUADRO-RESUMO
(em ordem cronológica de data de aplicação)
CIDADES
DATA(S)
ENDEREÇOS
Presidente Prudente - 03 e 04.10.2015 - Prédio 0301 UNESP
FCT BLOCOS DE AULAS 5 E 6
RUA ROBERTO SIMONSEN, 305
CENTRO EDUCACIONAL - PRESIDENTE PRUDENTE/SP
São Paulo - 10 e 11.10.2015
17 e 18.10.2015 - Prédio 0601 COMPLEXO EDUCACIONAL
FMU FIAM/FAAM FISP VILA MARIANA P 23
AV. LINS DE VASCONCELOS, 3406
VILA MARIANA - SAO PAULO/SP
São José do Rio Preto - 01.11.2015 - Prédio 0501 UNESP
CAMPUS S.JOSÉ DO RIO PRETO IBILCE CENTRAL SALAS/P
PRINCIPAL
RUA CRISTOVAO COLOMBO, 2265
JARDIM NAZARETH - SAO JOSE DO RIO PRETO/SP
Campinas - 08.11.2015 - Prédio 0201 ETECAP ESCOLA
TÉCNICA ESTADUAL CONSELHEIRO ANTONIO PRADO
AV. CÔNEGO ANTONIO ROCCATO, S/Nº Km 3,5
JARDIM SANTA MONICA – CAMPINAS/SP
Bauru - 14 e 15.11.2015 - Prédio 0101 ITE BLOCO 2 (ANTIGA
FACULDADE DE ECONOMIA)
RUA ANTONIO SILVA SOUTO QUADRA 3
VILA PACÍFICO – BAURU/SP
Ribeirão Preto - 15.11.2015 - Prédio 0401 EE PROFA. EUGENIA
VILHENA DE MORAIS
RUA ABILIO SAMPAIO,900
VILA VIRGINIA - RIBEIRAO PRETO/SP
O candidato deverá comparecer ao local da prova com
antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido
para o seu início, não sendo admitidos retardatários,
sob pretexto algum, após o fechamento dos portões.
Não será permitida a sua realização em município, data,
horário, local ou turma diferentes do previsto neste Edital de
Convocação.
Somente será admitido no local da prova o candidato que
estiver:
a) munido de um dos seguintes documentos de identifica-
ção em original, com foto que permita a sua identificação, uma
vez que nenhum documento ficará retido:
a.1. Cédula de Identidade (RG) ou Registro de Identidade
Civil (RIC);
a.2. Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
a.3. Certificado de Alistamento Militar;
a.4. Carteira Nacional de Habilitação (expedida nos termos
da Lei Federal nº 9.503/97);
a.5. Passaporte;
a.6. Carteira de Órgão ou Conselho de Classe;
a.7. Carteira de Identidade expedida pelas Forças Armadas,
ou pelas Polícias Militares ou pelos Corpos de Bombeiros
Militares; e
b) com caneta esferográfica de tinta de cor azul ou preta.
O candidato que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto neste Edital, não realizará a prova de aptidão
psicológica, sendo considerado ausente e eliminado deste Concurso
Público. Não serão aceitos – para efeito de identificação
– por serem documentos destinados a outros fins: Boletim de
Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos, Certidão
de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional
de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº 9.503/97), Carteira
de Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza
pública ou privada.
A aplicação da Prova de Aptidão Psicológica obedecerá o
disposto no Capítulo 9, bem como o contido no Anexo IV do
citado Edital nº 154/2014 (Abertura de Inscrições e Instruções
Especiais) e que seguem adiante transcritos na íntegra:
“9 – DA CONVOCAÇÃO E DA APLICAÇÃO DA PROVA DE
APTIDÃO PSICOLÓGICA
9.1. Serão convocados para a prova de aptidão psicológica
os candidatos considerados “APTOS” na aferição de altura e
prova de condicionamento físico.
9.2. A prova de aptidão psicológica – de caráter eliminatório
– será realizada nos mesmos municípios da prova de condicionamento
físico (vide itens 8.3.1. e 8.3.2. deste Edital).
9.3. A informação relativa à(s) data(s), ao(s) horário(s)/
turma(s) e ao(s) local(locais) da prova de aptidão psicológica
será feita por meio de publicação do Edital de Convocação no
Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo
– Seção I – Concursos.
9.3.1. O candidato deverá acompanhar a publicação do
Edital de Convocação no Diário Oficial do Estado de São Paulo
(DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos ou poderá
consultar o site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na
página do respectivo Concurso, ou ainda contatar a Fundação
VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis
compreendidos entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas.
É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a convocação,
assim como seu comparecimento em dia, hora e local
corretos, conforme constante do Edital de Convocação publicado
no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo
– Seção I – Concursos.
9.3.2. O candidato somente poderá realizar a prova de aptidão
psicológica na data, horário, local e sala/turma constantes
do Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado
e que constará, também, no site da Fundação VUNESP (www.
vunesp.com.br), na página do respectivo Concurso, não podendo
ser alegada qualquer espécie de desconhecimento para justificar
o seu atraso ou a sua ausência ou a sua apresentação em dia,
horário ou local diferentes dos estabelecidos nesse Edital.
9.4. O candidato deverá comparecer ao local da prova,
constante do Edital de Convocação, com antecedência mínima
de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido para o seu
início, não sendo admitidos retardatários, sob pretexto algum,
após o fechamento dos portões.
9.4.1. Não será permitida a sua realização em município,
data, horário, local ou sala/turma diferentes do previsto no Edital
de Convocação.
9.5. Para a realização da prova de aptidão psicológica, o
candidato deverá apresentar documento de identidade, conforme
previsto no item 6.8.1. deste Edital, bem como levar caneta
esferográfica de tinta de cor azul ou preta.
9.5.1. O candidato que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto no item 6.8.1. deste Edital, não realizará a
prova de aptidão psicológica, sendo considerado ausente e eliminado
deste Concurso Público. Não serão aceitos – para efeito
de identificação – por serem documentos destinados a outros
fins: Boletim de Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos,
Certidão de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral,
Carteira Nacional de Habilitação (emitida anteriormente à Lei
Federal nº 9.503/97), Carteira de Estudante, Crachás, Identidade
Funcional de natureza pública ou privada.
9.5.2. Não haverá segunda chamada ou repetição de prova,
seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a
ausência do candidato.
9.5.3. É vedado ao candidato ausentar-se momentaneamente
da sala de prova de aptidão psicológica sem o acompanhamento
do fiscal.
9.5.4. Nenhum candidato poderá retirar-se do local da prova
de aptidão psicológica sem autorização expressa do responsável
pela aplicação.
9.5.4.1. O candidato, ao terminar os testes, entregará ao
aplicador todo o seu material de avaliação.
9.6. A prova de aptidão psicológica, de caráter eliminatório,
levará em conta as características especiais que o cargo exige e
destinar-se-á a verificar a capacidade do candidato para utilizar
as funções psicológicas necessárias ao desempenho do cargo,
nas condições atuais oferecidas pela Secretaria da Administra-
ção Penitenciária. Essa verificação dar-se á por meio de instrumental
competente, consoante legislação em vigor, a fim de
constatar a existência de fatores considerados imprescindíveis
ao bom desempenho das atribuições do cargo.
9.6.1. A prova de aptidão psicológica será composta por
métodos e técnicas de avaliação psicológica de aplicação
coletiva.
9.7. O perfil psicológico é constituído por um rol de características
de personalidade e inteligência que permitam ao indivíduo
adaptar-se e apresentar desempenho positivo enquanto
ocupante do cargo a que se destina este Concurso.
9.7.1. O rol de características a serem verificadas consta do
Anexo IV deste Edital.
9.8. A prova de aptidão psicológica será aplicada por profissionais
da área de Psicologia, identificados pelo número de suas
inscrições no Conselho Regional de Psicologia.
9.9. Da prova de aptidão psicológica, resultará conceito
“APTO” ou “INAPTO”.
9.10. Na prova de aptidão psicológica, será considerado
“INAPTO” o candidato que apresentar características incompatíveis
com o perfil psicológico estabelecido para o exercício
do cargo, detectados por meio dos instrumentos psicológicos
utilizados. A inaptidão na prova de aptidão psicológica não
significará, necessariamente, a existência de transtornos cognitivos
e/ou comportamentais; indicará, somente, que o candidato
não atendeu, à época da prova de aptidão psicológica, aos
requisitos exigidos para o exercício das funções do cargo ao
qual concorreu.
9.11. Nenhum candidato “INAPTO” será submetido à nova
prova de aptidão psicológica no presente Concurso.
9.12. Os níveis de exigência para cada um dos aspectos a
serem investigados estão divididos em elevado (muito acima
dos níveis medianos), bom (acima dos níveis medianos), adequado
(dentro dos níveis medianos), diminuído (abaixo dos
níveis medianos) e ausente (não apresenta as características
elencadas).
9.13. O resultado da prova de aptidão psicológica será
divulgado na seguinte conformidade:
9.13.1. para os candidatos considerados “APTOS”, a Secretaria
da Administração Penitenciária:
a) publicará (no Diário Oficial do Estado de São Paulo –
DOE; Poder Executivo; Seção I; Concursos) – em duas listas,
sendo uma, a dos candidatos que concorrem como pessoas com
deficiência e a outra, a dos candidatos que concorrem como
pessoas sem deficiência – lista nominal desses candidatos, em
ordem alfabética, contendo: nomes; seus respectivos números
de inscrição e seus respectivos números de documentos de
identificação; e
b) autorizará a Fundação VUNESP a disponibilizar em seu
site (www.vunesp.com.br), na página do respectivo Concurso, os
dados desses candidatos relativamente aos resultados obtidos
neste Concurso (o acesso ao resultado será unicamente disponibilizado
ao candidato por meio do link respectivo e mediante
uso de senha).
9.13.2. para os candidatos considerados “INAPTOS”, a
Secretaria da Administração Penitenciária:
a) publicará (no Diário Oficial do Estado de São Paulo –
DOE; Poder Executivo; Seção I; Concursos) – em duas listas,
sendo uma, a dos candidatos que concorrem como pessoas com
deficiência e a outra, a dos candidatos que concorrem como
pessoas sem deficiência – lista desses candidatos, em ordem
de número de inscrição, contendo: números de inscrição e seus
respectivos números de documentos de identificação; e
b) autorizará a Fundação VUNESP a disponibilizar em seu
site (www.vunesp.com.br), na página do respectivo Concurso, os
dados desses candidatos relativamente aos resultados obtidos
neste Concurso (o acesso a esse resultado será unicamente
disponibilizado ao candidato por meio do link respectivo e
mediante uso de senha).
9.14. O candidato considerado “inapto” na prova de
aptidão psicológica – se julgar necessário – poderá solicitar o
procedimento denominado “entrevista devolutiva” para conhecimento
das razões de sua “inaptidão”, no prazo de 3 (três) dias
úteis, contados da publicação das listas no Diário Oficial do Estado
de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos,
mediante requerimento específico, por meio de página web que
será disponibilizada pelo site da Fundação VUNESP.
9.14.1. Atendendo aos ditames da ética psicológica, esse
procedimento somente será divulgado ao candidato, pessoal e
individualmente, pelo profissional responsável pela aplicação –
no prazo de 15 (quinze) dias úteis após o término do período
de solicitação da “entrevista devolutiva” – na cidade de São
Paulo–SP, uma vez que não é permitida a remoção dos testes do
candidato do seu local de arquivamento público (Código de Ética
dos Psicólogos e artigo 8º da Resolução do CFP nº 01/2002),
mediante oportuna convocação no Diário Oficial do Estado
(DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos e, subsidiariamente,
no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na
página deste Concurso.
9.14.2. A entrevista devolutiva poderá ocorrer em dias úteis,
finais de semana e/ou feriados, conforme Edital de Convocação
que será publicado no Diário Oficial do Estado e, disponibilizado,
subsidiariamente, no site da Fundação VUNESP, na página deste
Concurso.
9.14.3. A entrevista devolutiva será realizada antes do prazo
destinado à interposição de recurso relativo ao resultado da
prova de aptidão psicológica (nos termos do disposto no item
9.15. deste Edital).
9.15. Após a realização das entrevistas devolutivas, será
liberado, no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br),
prazo para interposição – pelo candidato – de recurso relativo
ao resultado da prova de aptidão psicológica (nos termos do
disposto na alínea “i”, do item 12.1., deste Edital).”
“ANEXO IV
PERFIL PSICOLÓGICO
- bom relacionamento interpessoal e controle emocional;
- boa resistência à fadiga psicofísica;
- adequado nível de ansiedade;
- bom domínio psicomotor;
- adequada capacidade de improvisação;
- controlada agressividade e adequadamente canalizada;
- bom nível de atenção e concentração;
- adequada impulsividade;
- ausência de sinais fóbicos e disrítmicos;
- diminuída flexibilidade de conduta;
- boa criatividade e elevada disposição para o trabalho;
- elevado grau de iniciativa e decisão (autonomia);e
- elevada receptividade e capacidade de assimilação.”
A lauda de convocação nominal para a realização da Prova
de Aptidão Psicológica consta a seguir, em ordem de cidade de
aplicação e em ordem alfabética

Veja as listagens no diário oficial do estado de São Paulo, caderno executivo I, páginas 192 à 210, de 25/08/2015.